Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Kate Lúcia Portela de Assis






Um poema de família!...

 
Desejava construir um poema...
 
Finda a solidão de um verso.
Durante a celebração da estrofe,
Sonhava com o terceto de núpcias.
 
Havia encontrado a rima perfeita.
O feliz dueto contava as sílabas poéticas
Para a chegada do versículo.
Era um quarteto!
 
Ninava-os ao som da Lira,
Contava-lhes histórias de Trovadores,
Rogava à Musa Inspiradora
Que poesia não lhes faltasse.
Em ritmo acelerado os pequenos foram crescendo
Até que atingiram a métrica adulta.
 
Nunca houve família tão lírica!
 
 
 

Tempo de carregamento:0,05