GERALDO DE CASTRO PEREIRA






O PARTO DA MONTANHA

 
A montanha estava prenhe,
E, com tremendo alarido,
Deu ao mundo um espetáculo,
Soltando um grande gemido.
 
Qual não foi a decepção
De quem seu estrondo ouviu.:
Um ridículo ratinho
Na verdade ela pariu..
 
“Com aquele que promete
E não realiza a façanha,
Acontece exatamente
Como o parto da montanha”.
 
 (fÁBULA EXTRAÍDA DO MEU LIVRO "FÁBULAS DI-VERSIFICADAS", nesta Editora Protexto. É só clicar em "livraria'' para ver a propaganda da obra).
 
 
 
 
 
 

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.