Joseh Ribas






ALVO

Palavra, minha nesga de terra
Cláusula da minha condição
Âmbar da seiva do sonho
Que petrifica no meu coração

Palavra, metal da minha forja
Fogo de esculpir a pedra
Semente que bem matei
E mesmo assim de mim medra

Palavra, meio condenação
Alvo cujo indefinível ponto
Foge na hora de me arremessar
Na flecha que não encontro.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.