SIDNEY ARRUDA






Só quero isso

Quero ter a pureza da esperança
que vive no olhar do rapaz,
manifesta no gesto da criança
e no homem que fantasia a paz.
 
Quero ter um pouco de liberdade,
somente um dia.
Porque a ausência dessa faculdade
arrebata à alegria!
 
Quero ter uma hora descanso
para aqui neste banco sonhar,
com canto do sabiá que se fez manso,
ao meu lado venho pousar.
 
Quero ter a magia da simplicidade,
sem fúria, aceitar a vida.
Não desperdiçar essa oportunidade,
da chuva, sentir o cheiro da terra molhada.
 
 Quero ter uma máquina velha
para escrever cada palavra nova.
Para escrever cada sonho que venha,
cada sonho que vem na forma de trova.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.