Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Joseh Ribas






A ESTÓRIA DO SAPO COXO

Lá, bem no meio da lagoa,
Toda a saparia ri que racha,
- Puxa que brincadeira boa!
Mas, o Sapo Coxo apenas coaxa.

O porquê. todo sapo conhecia,
Que mesmo sendo um cara legal,
O alegre Sapo Coxo não podia,
Saltar de banda, nem dar mortal.

- Por que esse sapo não pula?
É o que vamos desvendar,
Será que ele perdeu a bula,
Que ensina um sapo a pular.

Como o próprio nome já diz,
Não pula nem que fique roxo,
Mas aprendeu a ser feliz,
O sapo em questão, que é coxo!

Sempre havia motivo de festa,
Na distante lagoa dos sapos,
Resolveram montar um dia
Uma máquina do Prof. Sopapo.

Sr. Sopapo, o professor da escola,
Um inventor renomado e criativo,
Projetou um assento com mola,
Para nosso amigo ficar mais ativo.

Testado e aprovado o invento,
O sapinho desandou a pular,
Mas ninguém sabia o momento,
Que aquele atleta iria parar!

Tinham esquecido na empolgação,
Que o professor indicava o meio,
Anotado no "Manual de Instrução"...
- É só puxar o freio!

Fizeram outra festa sem demora,
E pularam a noite inteirinha,
Nosso herói, agora é Sapo Mola,
O campeão de pegar mosquinha.

Juntos o Sopapo, Sapingo, e Sapop
Criaram a banda "Os Sapolas",
Tem guitarra, bateria e muito rock,
E o astro principal é o Sapo Mola!

Isso mostra que apesar do defeito,
Nosso personagem é especial,
pois a vida faz tudo perfeito,
Sermos diferentes é o jeito normal.

Esta estória breve aconteceu,
Numa alegre e distante saparia,
Contudo podia ser você ou eu...
Ah! Que aventura faz a fantasia!

A meu filho e a todas as crianças, para que cresçam em um mundo  de igualdade e respeito.


 


Tempo de carregamento:0,05