Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Mauro Evaristo






O Herói e a Armadura.


É preciso ser herói
Por si e pelos outros,
Enfrentando a vida que dói,
Passando até mesmo por bobo!

É preciso vencer a si mesmo,
Se preciso, sete vezes,
Enfrentar o que há de vir sem medo...
Não um dia, mas todos os meses!

É preciso ser herói para si
E por todo mundo,
Porque é possível ser feliz
Conhecendo seus sentimentos mais profundos!

É preciso ser herói pela terra
Afastando de si as armaduras,
Para acabar enfim com as guerras
Geradas na falta de ternura!

É preciso ser herói pelos tambores de minas
Que ressoam pelo país afora,
Com o som que quando acaba ainda fascina,
Alegria imensa que não tem hora!

É preciso ser herói todo dia,
Pelos guerreiros que não deixam de lutar
Fazendo da luta a força que extasia,
Porque heróis mesmo em paz não deixam de lutar!

É preciso ser herói sem armadura,
Ter coragem para mostrar o rosto,
Pois guerreiros nascem na ternura
E no respeito pelo outro!

É preciso, sim, ser herói
Em todos os minutos do tempo
Que lentamente a tudo corrói
Menos os verdadeiros sentimentos!


Tempo de carregamento:0,07