Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Almerinda Galúcio Aires






O medo que atrai

 

É na calada da noite...

Que os fantasmas aparecem...

Na escuridão...no silêncio...

Na hora do ranger de portas...

Do arrastar de correntes...

Noite dos vampiros...

Dos Lobisomens...

 

É na calada da noite...

Que escutamos um grito de terror.

Um derradeiro grito...Único.

Depois um silêncio mórbido!!

O MEDO QUE ATRAI...

Pipoca...olhos vidrados...

No prazer de ver na tela...

Situações fictícias....

Um medo real...o coração...

Que acelerado bate!!!

 

Almerinda Galúcio Aires


Tempo de carregamento:0,06