Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Mauro Evaristo






Cotidiano fumê.

Doentes de medo,
tememos a realidade.
Cada um tem um segredo
escondido na sociedade!

Queremos proteção de uma polícia eficaz
porque cansamos de ser a caça,
mas o bandido é quem pode mais
nas ruas, vielas e praças!
Estamos cansados da miséria
Que ronda o nosso dia a dia,
Nas ruas, praças e favelas.
O animal predador
Aos poucos se moderniza
no país planeta que perde o valor!

Assistindo à mesma novela nas TVs,
Vemos a Humanidade se dizimando
Enquanto o comercial insiste em vender
Sem se importar com quem está comprando!

E assim seguimos a vida,
Cada um preso em si,
Sem se importar com alheias feridas
Na insensata busca para ser feliz!
Presos nos apartamentos
Através do vidro fumê,
Observamos todos o movimentos
Sem sabermos como nem porquê!

Tempo de carregamento:0,03