Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Luiz C. Lessa Alves






O COLIBRI

O COLIBRI
 
Era um colibri de asas douradas,
Nascido nos bosques mais lindos dos céus;
Sobrevoando jardins dos mais lindos vales...
Só beijava as flores com pétalas de mel!
 
Mas, sonhou em ser astro em outra galáxia
E uma linda estrela, ali, encontrar.
Procurou-a por toda Via Láctea,
Até um asteróide lançá-lo no mar.
 
Nas águas geladas seu corpo tremia;
Se de frio ou de medo, não sabia explicar.
O sol de outrora não o aquecia,
Ali submerso nas profundezas do mar.
 
Afogado nas vagas de suas ilusões,
Só as estrelas do mar ao seu ser acalentam,
E as algas marinhas de tentáculos sombrios
Enfeitam aquele corpo que jaz no abismo.
 
Hoje solitário, sua alma pena,
E seu corpo sem vida imerso no mar
Observa as espumas, que flutuam por cima,
Refletindo os sonhos que não pode alcançar.

Tempo de carregamento:0,04