Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







GERALDO DE CASTRO PEREIRA






S A U D A D E

Escrevi SAUDADE na areia,
mas veio a maré cheia
e varreu minha palavra.
Escrevi SAUDADE na pedra,
Mas veio a chuva,
Solopando-a devagar,
Escrevi SAUDADE no vento,
Mas desapareceu num furacão violento.
Escrevi SAUDADE na nuvem,
E com a nuvem se dissipou.
Escrevi SAUDADE num papel
E joguei-o no rio.
Veio a corrente e o levou.
Escrevi SAUDADE nas estrelas,
Mas caiu no buraco negro.
Escrevi SAUDADE no cérebro
E dela me esqueci.
Escrevi SAUDADE no coração,
E nem o tempo a destruiu.
 
 
 
 
 

Tempo de carregamento:0,04