Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







GERALDO DE CASTRO PEREIRA






AMANHECER NA ROÇA

Acorda a aurora, deslumbrante e bela.
E, enquanto no meu leito estou deitado,
Vem tirar-me de um sono tão pesado,
Esparzindo os seus raios na janela.
 
 
Da cama eu me levanto, apressado.
Vou ao curral com medo e com cautela
Abrir a grande e rígida cancela
Para deixar  entrar o inquieto gado.
 
Como é agradável a manhã na roça.
Batendo as asas, canta em cada choça
Um galo jovial, madrugador.
 
As aves em sonoras melodias
Despertam em sorrisos e alegrias.
E a brisa beija e acaricia a flor.
 
 
 
 
 

Tempo de carregamento:0,05