Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Almerinda Galúcio Aires






Ausência de amor

Ausência de amor


 

Quanto tempo não vejo a tua face...

Nem vejo o teu amplo sorriso...

Vou usando todo o meu disfarce...

Para não notarem que eu preciso...

Encontrar uma maneira de falar-te

Que meu coração te chama e sente

Tua presença constante...em toda parte!


 

Quanto tempo essa dor perdurará..

Eu preciso retomar a minha vida

Não posso continuar dividida...

Presa ao nada que não retornará...

Pois o sentimento não correspondido

É veneno para a alma, carne e osso...

Sinto-me afundar num grande poço...

Não de água...mas de piche derretido.


 

Almerinda Galúcio Aires


Tempo de carregamento:0,03