Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







Paulo de Faria Salgado






QUE BOA IDADE É ESTA?

QUE BOA IDADE É ESTA?

– Que boa idade é esta em um mundo capitalista onde o que prevalece é a filosofia do “mais valia?"

– Que boa idade é esta onde as empresas – principalmente as multinacionais – dificilmente

mantêm o dito idoso em seus quadros funcionais, sob o estigma da baixa produtividade?

– Que boa idade é esta, onde os paradigmas de beleza, saúde e renovação, prevalecem em

detrimento da experiência, do saber e do comprometimento?

– Que boa idade é esta, onde o idoso, apesar de capacitado, é proibido de participar de

qualquer concurso público?

– Que boa idade é esta onde já a partir dos 50 anos o indivíduo está, praticamente, alijado

do mercado de trabalho?

– Que boa idade é esta, onde o idoso é visto pelos governos e por grande parte da elite

predominante, como o estorvo da sociedade?

–Que boa idade é esta, onde os míseros ganhos dos aposentados são considerados pelos

governos como fator de desequilíbrio econômico?

– Que boa idade é esta onde até formadores de opinião como a mídia em geral, trata o

idoso com a discriminação da generosidade benevolente?

– Que boa idade é esta onde alardeiam – como o ápice de política social – a reinclusão do

idoso no mercado de trabalho; só que em atividades meramente de “fachada” demagógica...

Como empacotador de supermercado na maioria dos casos?

Que boa idade é esta, onde são necessárias leis para que sejam respeitadas certas regras

básicas de civilidade?

– Que boa idade é esta, se estas leis não são respeitadas justamente por aqueles que um

dia será idoso?

– Que boa idade é esta, onde a exorbitância e a ganância tornam proibitivo o acesso a um

plano de saúde pelo o idoso; isto tudo sob a complacência dos governos em razão de suas

incompetências e descasos?

– Que boa idade é esta, onde os medicamentos de maior consumo por esta faixa etária são

os mais caros devido à certeza do uso contínuo?

– Que boa idade é esta, onde a suscetibilidade a doenças oportunistas e características da

idade, são uma constante na vida do idoso?

– Que boa idade é esta, se aos olhos dos mais jovens, os adjetivos se multiplicam entre:

velho, reacionário, retrógrado, imprestável e etc.?

– Que boa idade é esta, se o idoso só desperta e recebe grandes atenções por parte da

maioria das famílias, inclusive filhos, quando possui bens a deixar como herança?

– Que boa idade é esta, se temos que parar por aqui, antes que nos impeçam de continuar

ocupando o pequeno quarto de 3m² que nos foi destinado no apartamento de 132m² que é

nosso, mas que ocuparam os restantes 129m²?

*******************************************

(Paulo Salgado – 08/2010


Tempo de carregamento:0,03