Roger Pimenta






Manipuladores de mente

Tão semelhantes e diferentes somos e nunca percebemos. Pensamentos iguais, escolhas diferentes, isso que nos torna distantes. Já parei varias vezes para olhar ao meu redor e tentar ler mentes. Sim, eu sou louco. Mas agora eu pego vocês se imaginando fazendo o mesmo. Maioria das pessoas as vezes param e pensam se realmente o mundo em que vivemos é real. O personagem principal do filme somos nós, e como em maioria dos filmes, o personagem principal sempre se da bem no futuro, e o melhor, não morre. Parece que todos são robôs, maquinas controladas, e você é a diferença entre eles. Pensamentos iguais nos tornam humanos, escolhas diferentes nos tornam estudantes, ladrões, grandes empresários, gerentes, militares e etc...
Ninguém gosta de ser igual, ser copiado. Muito menos eu. Gosto de simplicidade, gosto de ser único, mais ponho em mente que não sou. Finjo que sou. Ser igual não te torna sem personalidade. A sempre uma diferença entre os dois fatores, e ai que entra os sentimentos, a expressão, cada um tem o seu, de forma que cada um sabe o que fazer. Liberdade de expressão já foi dada desde o nascimento humano, mas a perdemos para a corrupção, para nós mesmos. Somos presos em uma cadeia psíquica, onde a verdade e o bem não entra. Somos alienados pelo sistema global, e poluídos com nossas próprias palavras e feitos. Hoje, somos maquinas, somos copias, robôs que repetem o que nos é pedido. Diferente não somos, só somos mal programados.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.