Eulália Cristina Costa e Costa






LIBERDADE

 
  
 


 
 
 
Ensina-me a viver livre,
Sem tuas lembranças em minha memória
Ou seus beijos na madrugada fria nos tempos da aurora.
 
A liberdade que hoje existe
Ainda está acompanhada de tristeza,
Mas a realidade vem se modificando e tudo vai passando.
 
Ainda não aprendi a te esquecer,
Mas minha liberdade será usada com saber.
Livre, voarei para outros braços
Para saborear outros abraços
E me apaixonar de novo num encanto de repente
Ou num encontro casual e permanente.

CopyRight © Cepedê Sistemas & WebSites - Comércio eletrônico.