Apelido:

Senha:


Esqueci minha senha







JANIO FELIX FILHO




Biografia

 

 

 

 

 Jânio Felix Filho é o primeiro filho do agricultor José Felix Filho nascido em 12 de abril de 1943, natural da cidade de Lages RN e Maria da Silva Felix nascida em 08 de dezembro de 1956 natural da cidade de Cuiabá Mato Grosso.

Seus pais viveram juntos por mais de duas décadas em uma propriedade rural, localizada na comunidade São Pedro, na rodovia BR 163 distante da cidade de Itaituba a 45 km.

Seu genitor após dias de internação descobre uma doença no coração e depois de mais de dezenove dias de tratamento na cidade, veio a falecer repentinamente vítima de uma parada cardíaca nos braços do filho, na manhã do dia 24 de abril de 2011 na UTI da cidade de Santarém, de onde seria transferido para fazer o implante de um marca passo. No entanto, infelizmente não resistiu deixando mulher, quatro filhos e nove netos.

O escritor, poeta, contista, cronista e romancista, Jânio Felix Filho, nasceu em 25 de fevereiro de 1973 na cidade de Lages RN, local onde se criou e viveu a infância e adolescência à beira mar. No entanto, tem sua naturalidade registrada como filho de Jaru, município do Estado de Rondônia, nascido no ano de 1980, tal fato se deu por conveniências particulares vividas por seus pais, na época da exploração da borracha.

Na juventude trabalhou como Guia turístico da cidade, e após alguns anos mudou-se para Candelária centro de Natal, onde foi Office Boy da Receita Federal por alguns meses. Diante da crise e o desemprego foi obrigado a dançar na noite e trabalhar como Barman, em uma boate de luxo, exclusiva para mulheres, tudo para custear despesas pessoais quando cursava o primário. Iniciou a carreira de escritor e poeta no Mural Cultural de Natal, quando teve publicado seu primeiro livro “O diário de uma Colegial”.

 Nesta ocasião, teve seu talento reconhecido e passou a escrever na gazeta da escola semanalmente, no “Correio Sentimental” onde relatava suas desilusões amorosas em forma de poesias, além de diversos assuntos abordados pelos estudantes da escola, até sua partida em 1993, para o estado do Pará.

Durante quase cinco anos de jornadas, em 1997 conheceu e ficou pedidamente apaixonado por uma jovem de 17 anos, com quem se casou no ano de 1999. Seu nome, Ausilene Cunha Lima, é natural da cidade de Chapadinha estado do Maranhão. Dessa união nasceu Igor Cunha Felix e Eduardo Cunha Felix.       

Atualmente, Jânio vive entre as cidades de Itaituba, Aveiro, Santarém, Belém, Natal, Rio de Janeiro e São Paulo em virtude da publicidade dos livros e noites de autógrafos.

Recentemente separado de sua esposa, com quem conviveu por mais de 15 anos, divide seu tempo com os filhos e a nova paixão. Nos fins de semana participa ativamente ministrando palestras de Educação ambiental na BR 163, em especial para os agricultores, entre outras atividades em sítios ajudando os colonos com a implantação de hortas orgânicas, recuperação de áreas degradadas, reflorestamentos de matas ciliares.

O passatempo favorito do autor é fazer longas caminhas nas trilhas do Parque Nacional da Amazônia. Passeios no encachoeirado das corredeiras do Rio Tapajós, onde no mês de novembro acontece o Festival do Tambaqui, em São Luiz do Tapajós. Entre outras atividades estão às visitas nas grutas do Rio Copari, as cavernas do km 75, São José da Capelinha e a comunidade de Pimental com seus peixes ornamentais, Arrais tipo p3 comercializadas no exterior.

 Desde 1993, Janio vive do trabalho de escritor, poeta, contista, cronista e romancista, tendo vários livros publicados entre os quais podemos citar: Flores de um jardim, O diário de uma Colegial, Vida de colo, Na proa da canoa, Um dia no parque, O mundo mágico de Estrelinha e Faísca, O Guabiraba e Minhas Lembranças, publicado no primeiro semestre de 2012, pela editora Protexto, em Curitiba - PR.

O escritor participou de várias antologias e concursos literários, entre as quais podemos citar: Os mil versos de Gonçalves Dias, Monteiro Lobato, Carlos Drumonnd de Andrade, Varal da Poesia, I IConpozagão em homenagem aos cem anos de Luiz Gonzaga,, Grupo de Poetas livres, Prêmio Jorge Amado de Literatura, Poesia Popular UBT – Maranguape, entre tantos outros.

Em 2011, a convite da Secretaria de Cultura do Estado do Pará, participou da XV feira Pan-Amazônica do livro, no IV Salão do livro da Região Baixo Amazonas, na cidade de Santarém. Nesta ocasião aconteceram dez dias de exposição da obra literária “Flores de um Jardim” que obteve receptivas noites de autógrafos no stand da Livraria Sophia, Secretaria de Cultura e stand dos Escritores Paraenses, além de doações para alunos do colégio Dom Amando, Bibliotecas e instituições públicas. 

Em 2012, a biblioteca pública de Santarém em parceria com a Secretaria de Cultura, patrocinou um stand para exposição do livro “Minhas Lembranças” no V Salão do livro da Região Baixo Amazonas da cidade de Santarém, evidenciado no portal g1 da globo, janela Amazônia, Biblioteca Nacional e Agencia  Pará.

No segundo semestre de 2012, o escritor e cronista participou da antologia do livro “Prêmio literários Valdeck Almeida de Jesus”, em homenagem ao centenário do nascimento do escritor baiano Jorge amado, em destaque na exposição da XXII Bienal Internacional do livro de São Paulo, no stand da editora Perse, evidenciado na rede Globo. Além de participar da antologia de poesias, contos e crônicas da renomada editora All Print, participando também da XXII Bienal do livro de São Paulo.

Otimista, encerra o ano com o lançamento da 2ª. Edição do livro “Entre o Sol e a Escuridão” no salão de eventos da IFPA - Instituto Federal do Pará, evidenciado com mais de vinte sete mil exemplares vendidos em sua primeira edição, recebendo ainda homenagem e honra ao mérito em sua participação no concurso Nacional e Internacional de poesias e trovas na cidade de Maranguape, terra natal do humorista homenageado – Chico Anízio.

 Jânio tem uma vida tranquila e dedicada aos movimentos sociais da BR 163, aos filhos e as paixões vividas. Nos dias de rotina mais frequente passa lendo e conectado, compondo sobre os mais variados assuntos do seu convívio peculiar e da região, além de dedicar-se por mais tempo ao seu mais novo projeto editorial do livro “Intimidade” e “O amor que toda mulher sonhar ter” em projeto de lançamento para o segundo trimestre de 2013.

 

 

 

 

 

 





Textos de JANIO FELIX FILHO
Cidade perdida
O Fruto da Terra
Belezas do Tapajós
Aventura Selvagem
PAI
Inconstância
BELEZA DA FLOR
FLORES DE UM JARDIM
CIDADE MARAVILHOSA
MEU PEDIDO



Tempo de carregamento:{elapsed_time}